Artboard 33atençãoArtboard 18atualizarconectividadeArtboard 42boletocarrinhocartãoArtboard 45cartão SaraivacelularArtboard 42Artboard 23checkArtboard 28Artboard 17?compararcompartilharcompartilhar ativoArtboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32ebookArtboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11fecharfilmesArtboard 23gamesArtboard 4Artboard 9Artboard 6hqimportadosinformáticaArtboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44curtirArtboard 24Artboard 13livrosArtboard 24Artboard 31menumúsicaArtboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44outrospapelariaArtboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35estrelaestrela ativorelógiobuscaArtboard 50Artboard 26toda saraivaArtboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37usuárioArtboard 46Artboard 33Artboard 8seta

Liberdade Para As Ideias Que Odiamos (Cód: 3679623)

Lewis,Anthony

Aracati

Vendido e entregue por Saraiva

Este produto está temporariamente indisponível no site, mas não se preocupe, você pode reservá-lo para retirada em uma loja física!

Reserve seu produto na loja para retirada em até 1 hora.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 40,00

em até 1x de R$ 40,00 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 38,00 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Liberdade Para As Ideias Que Odiamos

R$40,00

Descrição

De onde provém a liberdade de pensamento e expressão praticamente irrestrita existente nos Estados Unidos? Uma resposta plausível seria: da Primeira Emenda à Constituição americana. Promulgada em 1791, ela proíbe o Congresso de aprovar leis que restrinjam a liberdade de expressão e de imprensa. Mas sua aplicação foi sempre problemática, e até o início do século 20 ela não serviu de fato para proteger a livre expressão. A primeira decisão da Suprema Corte americana a assegurar a liberdade de imprensa com base na Primeira Emenda se deu em 1931. E só em 1964, no célebre caso New York Times Co. vs Sullivan, a Corte decidiu que a imprensa era livre para publicar qualquer informação – mesmo que inverídica – sobre funcionários governamentais e figuras públicas. Em Liberdade para as ideias que odiamos, Anthony Lewis descreve casos judiciais que constituíram marcos na expansão das liberdades de expressão e de imprensa e analisa o modo como a Suprema Corte as avaliou em relação a outros direitos. O direito à privacidade, por exemplo, confrontado com o direito da imprensa a publicar informações sobre a vida pessoal de alguém; o direito de um réu a ser julgado por um júri isento de pressões da opinião pública, de um lado, e, de, outro, o direito da imprensa a noticiar um caso enquanto ele se desenvolve; o pleno direito de livre expressão contraposto ao direito das pessoas a não ser alvo do discurso do ódio.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Aracati
Cód. Barras 9788562432033
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788562432033
Profundidade 1.00 cm
Tradutor Rosana Nucci
Número da edição 1
Ano da edição 2011
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 248
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorLewis,Anthony