Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8
e-book

Melhores Contos Autran Dourado (Cód: 4884825)

Dourado,Autran; Lafetá,João Luiz

Global Editora (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 26,60

em até 1x de R$ 26,60 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Melhores Contos Autran Dourado

R$26,60

Descrição

Mário de Andrade sonhava 'contar todas as histórias de Minas aos brasileiros do Brasil'. Não contou. Autran Dourado, mineiro de Patos, contou algumas dessas histórias com lirismo, acidez, ironia, compondo um universo muito peculiar, típico das Gerais, filtrado e depurado através da sensibilidade de um escritor extremamente exigente com o seu texto.
A maior parte da obra de Dourado está ambientada em Duas Pontes, cidade mítica, uma espécie de síntese de todas as cidades mineiras, com os seus cochichos, os seus dramas de consciência (como em “Mr. Moore”, história de um pastor que acolhe um bandido em sua igreja), os seus momentos de ócio (“Os Mínimos Carapinas do Nada”, uma metáfora do ato criativo), os seus segredos, as revelações súbitas de velhos dramas e tragédias, cortantes como uma faca só lâmina, as suas velhas terríveis e mandonas, de áspero coração, abrandado pela ternura de uma velha criada (“Aquela Destelhada”), o conhecimento da morte na infância (“Manuela em Dia de Chuva”), os velhos jogos humanos de poder, sedução, amor e ódio, quase todos transfigurados de experiências pessoais do autor, fatos presenciados ou descobertos na infância e adolescência, revitalizados por um estilo exato, sem rebarbas. Apenas o essencial, modulado pela nota poética ou humorística.
Escritor prolífico, autor de mais de trinta livros, entre romances, novelas, ensaios, Autran Dourado se dedica ao conto desde o início de sua carreira, nos dias de aprendizado, ainda na adolescência. Naquela época se conscientizou de alguns dados essenciais ao gênero, que segue até hoje, e aconselha aos principiantes: 'O que se deve buscar num conto é o efeito único, ao contrário de um romance, em que os efeitos são múltiplos, e mais, a linguagem deve ser tensa no conto, no romance deve ser distendida'. A melhor lição prática é a leitura de seus contos.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Não
Marca Global Editora (Edição Digital)
Idioma Português
Acabamento e-book
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Tamanho do Arquivo 2978
Início da Venda 26/03/2013
VOLUME 1
Cód. Barras 9788526018327
Número da edição 1
Ano da edição 2013
Ano da Publicação 2013
Mês da Publicação MARÇO
AutorDourado,Autran; Lafetá,João Luiz