Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
e-book

Memórias de Marrocos (Cód: 9212741)

Stobbaerts, Georges

Cepe - Companhia Editora De Pe (Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 4,50 R$ 3,15 (-30%)
Cartão Saraiva R$ 3,15

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Memórias de Marrocos

R$3,15

Descrição

Há momentos na vida em que se sente a necessidade de escrever ou de falar da juventude. Não se trata, propriamente, de escrever um livro. Escrever um livro, dizia um autor de quem esqueci o nome, é a «morte de uma árvore». Escrever para os outros é um trabalho penoso, onde a atenção deve estar sempre alerta a fim de escolher tudo o que toca a nossa sensibilidade. Escrever para si é como a grande respiração, é testemunhar,  olharmo-nos tal como somos, rir de nós mesmos, deixarmo-nos levar pelas ternas delicadezas. Mas o traço da nossa escrita vira-se muitas vezes contra nós próprios, as páginas são frequentemente reveladoras. É bom, entretanto, uma vez chegado à minha idade, permitir-me esses abandonos e segredos, o que, púdico como sou, não faz parte dos meus hábitos.      Começarei por uma das páginas da minha memória este itinerário vivido na juventude: a via estreita que escolhi contra toda a expectativa familiar. Bifurcação que causou, seguramente, um alvoroço no meu próprio casamento. Reconheço hoje que consagrei uma grande parte da minha existência a dar testemunho da realidade da sabedoria, «Via», «Do», muito antes de eu próprio conhecer este despertar, e tenho ainda muito a caminhar... Após a última operação ao meu cancro, tive a noção clara de que pode sobrevir uma abertura global e isto a qualquer momento e relativamente a não importa quem. Seguir uma Via sozinho é um risco elevado. O ser humano nem sempre está preparado para esta luz, porque ela é mais forte do que a escuridão. O ego pode arrastar-nos à loucura, se não tiver sido trabalhado.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Cepe - Companhia Editora De Pe (Digital)
Número de Páginas 200 (aproximado)
Idioma 333
Acabamento e-book
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Início da Venda 01/08/2015
Código do Formato Epub
Cód. Barras 9788578583224
Número da edição 1
Ano da Publicação 115
AutorStobbaerts, Georges