Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8

Modelos de Direito Privado (Cód: 7981488)

Costa,Judith Martins

Marcial Pons ( nacional )

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 92,00

Por: R$ 73,90

em até 2x de R$ 36,95 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 70,21 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 2x sem juros de


Modelos de Direito Privado

R$73,90

Descrição

A elaboração e o desenvolvimento dos modelos dogmáticos é a tarefa primeira da doutrina jurídica. É 'objeto primordial' da dogmática jurídica, escreveu Reale, 'a análise das significações' dos modelos jurídicos, 'de sua linguagem específica, bem como do papel e das funções que os mesmos desempenham como elementos componentes das estruturas normativas fundamentais, integradas, por sua vez, no macromodelo do ordenamento jurídico'. Estudos recentes têm apontado à irrealização desse 'objeto primordial' e, de certo modo, ao descenso da atividade doutrinária como um todo, modificando-se, em consequência, a relação entre o jurista e o direito positivo. Hoje 'já não podemos silenciar com êxito' sobre o fato de a doutrina civilista 'padecer de sérios problemas', observa o civilista espanhol Tomás Rubio Garrido. Fundamentalmente, diz entre nós Humberto Ávila, a doutrina 'cessou de ser seguida porque parou, em parte, de ser necessária à aplicação do Direito e de orientar tanto os operadores quanto os destinatários'. Tal se deve no diagnóstico de Otávio Luiz Rodrigues Jr., por ter deixado 'de ser uma arte de juristas', o que explica em grande parte «seu desprestígio». Essas considerações suscitam refletir sobre o que «é» a doutrina (com ênfase na doutrina civilista, tradicional fornecedora de modelos hermenêuticos), para o que se torna necessário mencionar 'o que foi', antes de averiguar como realiza - se é que o vem realizando - aquele 'objeto primordial' de formular modelos doutrinários destinados a explicitar, examinar e desenvolver os modelos jurídicos, afinal, a tarefa proposta nessa obra coletiva.

Características

Peso 0.91 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Marcial Pons ( nacional )
I.S.B.N. 9788566722161
Altura 22.00 cm
Largura 16.00 cm
Profundidade 3.50 cm
Número de Páginas 602
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788566722161
Número da edição 1
Ano da edição 2014
País de Origem Brasil
AutorCosta,Judith Martins