Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

O Artista do Inconfessável (Cód: 1978514)

Melo Neto, João Cabral De

Alfaguara / Objetiva

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 47,90
Cartão Saraiva R$ 45,51 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 23,95 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


O Artista do Inconfessável

R$47,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

O poeta João, escondido no homem, manifestava pudor de falar de si. O artista inconfessável é uma antologia inédita que procura resgatar, da obra cabralina, parte da memória pessoal desse escritor, que já no início da carreira surpreendeu e encantou, logo sendo considerado um dos mais inventivos e importantes do país.
Engenhoso, profundo, com uma lucidez comovida, tal como observou Ferreira Gullar, João Cabral de Melo Neto se consagrou como autor essencial, sem dúvida entre os divisores de água, definidores de geração, criadores de um mundo poético.
Esta antologia reúne também poemas escritos na Espanha, principalmente em Sevilha e Barcelona, cidades nas quais viveu em diversos períodos da vida. Juntos, esses fragmentos de memória, descrições profundas, esculpidas com beleza e rigor, nos remetem a figuras consagradas na poesia de João Cabral - o engenho, a cana, o rio Capibaribe, as paisagens catalãs -, formando um rico mosaico da vida desse que é considerado um dos maiores escritores brasileiros do século XX.

Características

Peso 0.44 Kg
Produto sob encomenda Sim
Editora Alfaguara / Objetiva
I.S.B.N. 9788560281206
Altura 23.50 cm
Largura 15.00 cm
Profundidade 0.00 cm
Número de Páginas 240
Idioma Português
Cód. Barras 9788560281206
País de Origem Brasil
AutorMelo Neto, João Cabral De

Leia um trecho

Autobiografia de um só dia A Maria Dulce e Luiz Tavares No Engenho Poço não nasci: minha mãe, na véspera de mim, veio de lá para a Jaqueira, que era onde, queiram ou não queiram, os netos tinham de nascer, no quarto-avós, frente à maré. Ou porque chegássemos tarde (não porque quisesse apressar-me, e se soubesse o que teria de tédio à frente, abortaria) ou porque o doutor deu-me quandos, minha mãe no quarto-dos-santos, misto de santuário e capela, lá dormiria, até que para ela fi zessem cedo no outro dia o quarto onde os netos nasciam. Porém em pleno Céu de gesso, naquela madrugada mesmo, nascemos eu e minha morte, contra o ritual daquela Corte que nada de um homem sabia: que ao nascer esperneia, grita. Parido no quarto-dos-santos, sem querer, nasci blasfemando, pois são blasfêmias sangue e grito em meio à freirice de lírios, mesmo se explodem (gritos, sangue), de chácara entre marés, mangues.