Artboard 33atençãoArtboard 18atualizarconectividadeArtboard 42boletocarrinhocartãoArtboard 45cartão SaraivacelularArtboard 42Artboard 23checkArtboard 28Artboard 17?compararcompartilharcompartilhar ativoArtboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32ebookArtboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11fecharfilmesArtboard 23gamesArtboard 4Artboard 9Artboard 6hqimportadosinformáticaArtboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44curtirArtboard 24Artboard 13livrosArtboard 24Artboard 31menumúsicaArtboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44outrospapelariaArtboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35estrelaestrela ativorelógiobuscaArtboard 50Artboard 26toda saraivaArtboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37usuárioArtboard 46Artboard 33Artboard 8seta

O Ensino para a Compreensão - A Importância da Reflexão e da Ação no Processo de Ensino - Aprendizag (Cód: 1991015)

Pogré,Paula; Lombardi,Graciela

Hoper

Vendido e entregue por Saraiva

Este produto está temporariamente indisponível no site, mas não se preocupe, você pode reservá-lo para retirada em uma loja física!

Reserve seu produto na loja para retirada em até 1 hora.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 36,00

em até 1x de R$ 36,00 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 34,20 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


O Ensino para a Compreensão - A Importância da Reflexão e da Ação no Processo de Ensino - Aprendizag

R$36,00

Descrição

Proliferam notícias em jornais, revistas e na televisão, mostrando a mediocridade dos resultados obtidos pela educação formal em todo o mundo. As escolas dizem ensinar, mas será que os alunos aprendem realmente? Será que saem da escola sabendo pensar? Será que realmente compreenderam o que foi “ensinado”?
O aprendizado efetivo se vincula indissociavelmente ao processo de pensar, de compreender. Mas o que significa saber pensar? Pode-se ensinar a pensar? Como fazê-lo?
O “Ensino para a Compreensão” oferece uma possível resposta a essas perguntas. Foi concebido com base no modelo didático desenvolvido pelo Projeto Zero da Escola da Educação da Universidade de Harvard, liderado por David Perkins e Howard Gardner. Ele parte de uma premissa relativamente simples: compreender é pensar e agir com flexibilidade em qualquer circunstância, a partir do que se sabe acerca de algo.
Apesar da obviedade de sua definição, sua prática é muito mais complexa. Como argumenta a educadora argentina Paula Pogré, “nossas escolas e nosso ensino não estão organizados para produzir compreensão. Para ensinar a pensar é necessária uma nova proposta pedagógica, e isto, por sua vez, requer outra organização das salas de aula e das escolas, para dar lugar a diferentes modos de ensinar.”
Os avanços das ciências cognitivas e das neurociências nos permitem identificar diferentes estilos cognitivos, múltiplas formas de aprender e lidar com o conhecimento e miríades de potencialidades na mente infantil. Como aproveitar tudo isso se ainda estamos preso ao modelo de “quem sabe ensina, quem não sabe aprende”? Ignoramos importantes habilidades e competências presentes na criança e no jovem e tentamos fazer deles uma “tábula rasa” para justificar nossa forma linear e ineficaz de repassar informações.
A efetividade da relação ensino/aprendizagem só será resgatada quando mudarmos de foco. Precisamos passar da “garantia” do que ensino, para a preocupação com o que se aprende. Do foco nas habilidades expositivas do professor, para o respeito aos diferentes estilos cognitivos. Da quantidade de informações transmitidas, para a capacidade de elaboração, contextualização, associação e aplicação das informações.
O Ensino para a Compreensão parte do reconhecimento de que os estudantes sempre têm alguma compreensão sobre aquilo que desejamos que compreendam, embora tais compreensões sejam intuitivas. A responsabilidade do docente é criar oportunidades para que os alunos possam confrontar suas compreensões intuitivas e avançar para compreensões baseadas no conhecimento.
Este livro não apresenta receitas mágicas para revolucionar a educação. Ele transcende o discurso teórico e mostra a aplicabilidade real do modelo, vivenciada ao longo dos sete anos de existência do Colégio Sidarta. Uma escola que teve a oportunidade de nascer livre das amarras das concepções anacrônicas dos modelos tradicionais vigentes, bem como, contar com dois importantes apoios: da Escola do Futuro da USP (Universidade de São Paulo), coordenada pelo professor Fredric Litto e; da equipe do Projeto Zero da Universidade de Harvard.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Hoper
Cód. Barras 9788532304414
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788532304414
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2006
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 156
Peso 0.30 Kg
Largura 16.00 cm
AutorPogré,Paula; Lombardi,Graciela