Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

O Limite Aceitável de Risco - Uma Nova Psicologia de Segurança e Saúde (Cód: 1995650)

Wilde,Gerald J. S.; Rozestraten,Reinier

Casa do Psicólogo

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 66,00 em até 2x de R$ 33,00 sem juros
Cartão Saraiva R$ 62,70 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 22,00 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


O Limite Aceitável de Risco - Uma Nova Psicologia de Segurança e Saúde

R$66,00

Descrição

Sistemas anti-lock de frenagem, airbags, leis sobre o cinto de segurança, semáforos, e lombadas eletrônicas formam todos parte de um imenso esforço de reduzir as mortes no trânsito. Porém essas medidas, e suas medidas defensivas na indústria e na saúde pública chegam aos efeitos pretendidos? Prof Gerald Wilde com sua teoria homeostática de risco postula que não chegam lá, pois não conseguem influenciar a vontade das pessoas de aceitar de correr risco. Em Target Risk (1994) Wilde construiu sua famosa teoria, junto com os argumentos e dados que a dão sustentação, formando uma central energética de “insights” no comportamento humano de querer correr risco. Target Risk 2: Uma nova psicologia de segurança e saúde (2001) é revisado e colocado em dia com 20 páginas adicionais de material de sustentação A presente tradução em português poderia ser considerada um Target 3, pois muitos textos e citações foram inseridos e o último capítulo por grande parte foi re-escrito. É um livro que todo mundo interessado na promoção de segurança e saúde deve ter na sua prateleira.



SUMÁRIO

1
Introdução/17

2
O conceito de homeostase/27
Controle termostático/28
Homeostase não quer dizer constância/31
As regras principais do ponto desejado/34

3
Para uma teoria compacta de tomada de risco/37
Teoria de Taylor/39
Algumas possíveis conseqüências/42
Fazendo uma réplica dos achados de Taylor/43
A conexão francesa/45

4
A teoria de homeostase do /risco 55
O nível aceito de /risco 56
O nível percebido de risco/65
Uma ação de ajustamento em operação/66
A taxa resultante de acidentes/67

Habilidades que influenciam o comportamento do usuário da via/70
Diferenças individuais em habilidade/72
Homeostase opera no nível dos indivíduos/77
Suportes conceituais e extensões mais amplas/80

5
Deduções e dados/87
Dados transversais e longitudinais de acidentes/90
A taxa de acidentes “por km dirigido” como distinta da “per capita da população”/94
Uma nota histórica sobre o que aconteceu entre 1870 e 1910/100
Acidentes de trânsito e a situação da economia/102
Análises adicionais de taxas de desemprego/106
Surgem novas questões/109
Existe evidência contrária?/114

6
Intervenção pela educação/121
Educação/122
Treinamento/124
Embalado na ilusão de segurança/132
As mensagens dos meios de comunicação para seguranças e saúde/138
Medidas de eficiência/139
Componentes da mensagem/145

7
Remédio pela engenharia?/155
O experimento de táxis em Munique/155
Airbags, pneus com tachas e cordéis de pára-quedas/162
As rodas do azar/165
Semáforos/167
Visibilidade/172
Normas para a fabricação de veículos motorizados/175

8
A ação de fiscalização/179
Beber e dirigir/179
Porte obrigatório do cinto de segurança/186
O estudo da blitz “operação tartaruga” em Nashville/192
O recorde de segurança de trânsito no Japão/195

9
Homeostase de risco no laboratório/199
Atitude temerária/207
Você aceita risco demais ou de menos – e como você pode calcular isso?/213

10
Diferenças individuais/225
Personalidade, atitude e estilo de vida/226
A falibilidade da dependência de acidentes/231
Prospecção e retrospecção/239
Características demográficas/245

11
A motivação para segurança e saúde/255
Punindo atos inseguros/258
Reactância ou o bumerangue que bateu na volta/263
Estendendo os incentivos para uma operação livre de acidentes/267
Desincentivadores/272
Requisitos para uma programação efetiva de incentivos/273
Comparando trabalhadores e motoristas/283
O que o Governo pode fazer/284
O papel do seguro de automóvel/286
Recapitulação/297

12
Perspectivas futuras/301
Expectacionismo/307
Epílogo/317

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Casa do Psicólogo
Cód. Barras 9798573964096
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9798573964096
Profundidade 0.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2005
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 318
Peso 0.40 Kg
Largura 14.00 cm
AutorWilde,Gerald J. S.; Rozestraten,Reinier

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: O Limite Aceitável de Risco - Uma Nova Psicologia de Segurança e Saúde