Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Promoção Visa Checkout
e-book

O mercador de túmulos (Cód: 3526113)

Ivanildo Alves

Baraúna (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 21,45
Cartão Saraiva R$ 21,45

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


O mercador de túmulos

R$21,45

Descrição

Cenas do cotidiano das pessoas são apresentadas com linguagem literária pelo escritor, como a entrada do pequeno Daniel, no viveiro de pássaros da casa de Arlindo: “Daniel, irrequieto menino, vivia se acidentando. Uma pequena cicatriz no supercílio direito, resultado de suas peraltices, produzira um pequeno gilvaz que lhe adornava ainda mais a feição infantil. Seus olhos brilhavam de alegria quando era autorizado por Arlindo a entrar no grande viveiro. Ele tinha especial carinho por um casal de azulão-da-amazônia. Os dois passarinhos construíram um ninho em formato de xícara, com gravetos colhidos dentro do viveiro, sobre um arbusto rasteiro.” Personagem central do romance, como o padre Eloi Schimdt, vive o drama da paixão perdida, quando ainda era seminarista: “Os dias que se seguiram ao enterro da garota, para Elói, foram os piores de sua vida. Não sentia prazer em nada que fazia. Não conseguia concentrar-se nas lições dos professores. Chorava sozinho. Mais uma vez, encontrou no Padre Bernardo um porto seguro, onde pode ancorar sua nau de tristezas, confessou-lhe as fraquezas e sua hipocrisia, seu pecado carnal perante a igreja e mais uma vez achava que não reunia os atributos necessários e indispensáveis para a elevada e difícil carreira no clero católico.” O autor também descreve, com sutil e refinado estilo de escritor de grande sensibilidade literária, o ritmo do carimbó, como manifestação folclórica do Pará: “O espetáculo das apresentações do concurso começou com a forma mais legítima de manifestação da cultura paraense: o carimbó. Além dos grupos de carimbo de Belém, o terreiro de Jurema e Dedé contou com a participação do carimbó pastoril, da cidade de Soure, município-sede do arquipélago do Marajó e grupos vindos em caravanas de Marapanim e de outros municípios da região praieira, onde a dança é cultuada como herança dos índios tupinambás e dos escravos de origem africana”.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca Baraúna (Edição Digital)
Cód. Barras 9999035261139
Acabamento ebook
Início da Venda 21/05/2011
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Pdf
Proteção Drm Sim
Idioma Português
VOLUME 01
Peso 0.00 Kg
AutorIvanildo Alves