Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Promoção Visa Checkout

O Sol da Palavra (Cód: 2660371)

Luz,Celi

Ibis Libris Editora

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 30,00
Cartão Saraiva R$ 28,50 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


O Sol da Palavra

R$30,00

Descrição

A poesia não é - mas deveria ser - semelhante ao desejo da paz universal. Imaginar a paz universal, segundo Umberto Eco, é como a aspiração à imortalidade, que 'apesar de ser tão forte, não vemos a possibilidade de satisfazê-la. A paz, no plano local, em diferentes regiões do globo, seria igual ao gesto do médico que sara uma ferida, não uma promessa de imortalidade, mas, pelo menos, uma forma de adiar a morte'. É sabido que o poeta surge pela sua especial intuição, axioma consagrado pela sabedoria popular. Filósofos renomados diziam o mesmo, tais como Platão. Esta faculdade de pressentir, captar e prever, não só a realidade imediata, mas também aquela realidade que escapa do mundo tangível, situa-se na periferia do profético. Mesmo assim, impossível denominá-la de 'revelação divina'. Pablo Neruda, o poeta chileno-universal, por exemplo, não tolerava que chamassem o poeta de 'pequeno deus'. Pode sim o criador de poesia possuir algo de sobrenatural, por eximir-se de explicações lógicas. É inerente nele uma carga de originalidade, uma visão de mundo mais que particular, acrescida de inquietude e rebeldia, muitas vezes contaminada de desolação e desespero. Ele, o poeta, capta, sente, com suas inquietações metafísicas. Somente ao final de tudo isto nasce- lhe a consciência, marcada por incertezas, contradições possivelmente angústias. Em meio a estas considerações iniciais, que bem podem ser atribuídas como avaliação das qualidades deste primeiro livro de Celi Luz, como primeiro mérito pode ser dito de 'O Sol da Palavra' que é um livro moderno e vital.

Características

Peso 0.44 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Ibis Libris Editora
I.S.B.N. 9788578230227
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 0.00 cm
Número de Páginas 96
Idioma Português
Cód. Barras 9788578230227
Ano da edição 2009
País de Origem Brasil
AutorLuz,Celi