Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8
e-book

Os Camisas Azuis e Salazar - Rolão Preto e o Fascismo em Portugal (Cód: 9230258)

Pinto,António Costa

Editora Leya Portugal (edição digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 82,00

em até 2x de R$ 41,00 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 2x sem juros de


Os Camisas Azuis e Salazar - Rolão Preto e o Fascismo em Portugal

R$82,00

Compre junto:

Nome do produto

Descrição

Em Fevereiro de 1932, um grupo de estudantes fascistas criou em Lisboa um jornal academico, A Revoluc?o. Quase todo o grupo fundador pertencia ao sector estudantil do Integralismo Lusitano, movimento monarquico de direita radical, fundado nos anos 10, sob inspirac?o da Action Francaise. Meses mais tarde, o grupo decidiu convidar para seu director Francisco Rol?o Preto, o membro da Junta Central do Integralismo Lusitano que se encontrava mais proximo do ideal fascista que todos professavam. Lancado no Ver?o desse ano, o Movimento Nacional- Sindicalista rapidamente se organizou a escala nacional, sob a chefia carismatica de Rol?o Preto. O Nacional-Sindicalismo, express?o do fascismo enquanto movimento em Portugal, foi um fenomeno politico tardio. Fundado em 1932, em plena transic?o para um regime autoritario, representa o ultimo combate de uma que desempenhou um papel importante no processo de crise e de derrube do liberalismo portugues, mas que foi secundarizada na edificac?o de uma alternativa ditatorial estavel no inicio dos anos 30. T?o estavel que a resoluc?o desta crise acabaria por produzir uma das ditaduras de direita mais longa da Europa do seculo XX.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Editora Leya Portugal (edição digital)
Idioma 381
Acabamento e-book
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Início da Venda 19/11/2015
Código do Formato Epub
Cód. Barras 9789724418735
Ano da edição 2015
AutorPinto,António Costa