Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Os Nomes do Pai em Jacques Lacan (Cód: 417689)

Porge,Erik

Companhia De Freud

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 48,00
Cartão Saraiva R$ 45,60 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 24,00 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Os Nomes do Pai em Jacques Lacan

R$48,00

Descrição

O estudo exaustivo da problemática do Nomes-do-Pai no ensino de Lacan, tal como este a livro a retraça, permite descobrir o quanto ela está ligada aos acontecimentos institucionais que sacudiram o movimento analítico desde 1953 e dos quais Lacan foi precisamente o ator principal. Em particular, a interrupção do seminário que deveria versar sobre os nomes do pai, em 1963, interrupção motivada pelas altercações de Lacan com a IPA, teve em retorno um papel sobre o ensino daquele e se tornou parte integrante da noção de Nome-do-Pai. A evolução das acepções deste termo gira em torno de algumas questões cruciais, dentre elas a da relação entre o Nome-do-Pai e o ternário real, simbólico, imaginário; além disso, ela cava cada vez mais um furo no registro da nominação. Nome de Nome de Nome, o Nome-do-Pai vem a ser ao mesmo tempo o nome reconhecido ao pai, o nome pelo qual o pai pode se designar e o nome dado pelo pai. Este estudo faz também aparecer em Lacan uma singular dialética entre o Nome-do-Pai e o sujeito suposto saber, cuja marca se encontra em certos casos, o do drama subjetivo do sábio, tal como G.Cantor o suportou, tendo valor de exemplo.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Companhia De Freud
Cód. Barras 9788585717117
I.S.B.N. 8585717114
Idioma Português
País de Origem Brasil
Peso 0.44 Kg
AutorPorge,Erik

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Os Nomes do Pai em Jacques Lacan