Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Livro Digital

Picassos falsos (Cód: 8244532)

Serafini, Breno

Editora Buqui (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 9,90
Cartão Saraiva R$ 9,90

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Picassos falsos

R$9,90

Descrição

[...] nunca a fronteira entre o original e a cópia esteve tão próxima, embora não exclusividade de nosso tempo. No mercado glamouroso da arte, em que o culto à obra resiste à sua reprodutibilidade técnica, também a chancela do que é ou não é depende, muitas vezes, de interesses. Exemplar disso é o livro Eu fui Vermeer, de Frank Wynne, que trata da vida do pintor holandês Han Meegeren (1889- 47), que conseguiu fazer de bobo o mercado de arte e, por extensão, os nazistas, ao pintar falsos originais do seu conterrâneo. Para espanto geral, seu Cristo em Emaús é considerado por alguns a melhor obra de Vermeer. O que só confirma o dizer de Millôr, sempre ele: “só o que é original merece ser copiado”. Eu, de minha parte, fico feliz com o Picasso na parede de minha sala. Todos sabem que é falso, mas continua sendo genial.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca Editora Buqui (Edição Digital)
Cód. Barras 9788583381303
Acabamento ebook
Início da Venda 05/11/2014
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Tamanho do Arquivo 4950
Proteção Drm Sim
Ano da edição 2014
Idioma Português
Ano da Publicação 2014
Mês da Publicação NOVEMBRO
VOLUME 1
Peso 0.00 Kg
AutorSerafini, Breno

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Picassos falsos