Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Promoção Visa Checkout

Poemas - Jacques Prevert (Cód: 447942)

Santiago, Silviano

Nova Fronteira

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 31,90
Cartão Saraiva R$ 30,31 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Poemas - Jacques Prevert

R$31,90

Descrição

Agora, qualquer brasileiro pode entrar em contato direto com os poemas de Prévert, graças à tradução feita pelo escritor e professor Silviano Santiago. Este, com sensibilidade e artesanato, tentou aprender a linguagem coloquial e bem-humorada, a faceirice poética do francês, valendo-se dos recursos legados por um Drummond ou um Bandeira, tornando assim a leitura dos poemas em português agradável e prazerosa. Prévert se interessa pela situações triviais do cotidiano. E o personagem dos seus poemas é sempre o homem pequeno - aquele que é esmagado e triturado pela rotina do trabalho, pulverizado pela máquinas e motores, assediado pela violência e a morte. O homem pequeno de Prévert dá como resposta um piparote lírico e displicente no mundo, ou então agarra-o pelo colarinho e lhe segreda uma piada no ouvido. Querem ouvi-la? Leiam os poemas.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Nova Fronteira
Cód. Barras 9788520909546
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 852090954X
Profundidade 0.80 cm
Acabamento Brochura
CONSUMÍVEL Não
Número da edição 1
Idioma Português
ANO 2000
MÊS JULHO
País de Origem Brasil
Ano da Publicação 2000
Peso 0.26 Kg
Largura 16.00 cm
AutorSantiago, Silviano