POESIAS, PROSAS E NARRATIVAS - ao leitor de Os segredos da mente milionária, O Conto da Aia

(Cód:
10515061
)

Vendido e entregue por

Por: R$ 20,00

Preço a vista: R$ 20,00

0

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.

Mas não se preocupe, para ser avisado quando ele voltar ao estoque, basta preencher os campos abaixo:

Cadastrado com sucesso, assim que o produto for disponibilizado você receberá um email avisando.
Error ao solicitar Avise-me

Ou procure uma loja próxima de você.

Encontre perto de você
Comprar
Comprar

Saiba mais sobre produtos usados

Os produtos classificados como "REEMBALADOS" foram devolvidos por um cliente ou tiveram sua embalagem original danificada. São reembalados e oferecidos com desconto após passarem por uma inspeção técnica, garantindo suas perfeitas condições estéticas e funcionais.

DISPONIBILIDADE DE ESTOQUE

Para produtos de Outlet o estoque é limitado e por esse motivo as oportunidades de compra são únicas. Se após a compra forem apontados vícios de fabricação do produto, o consumidor poderá solicitar a devolução dos valores cobrados de acordo com a política de devoluções da Saraiva.

IMAGENS NO SITE

As imagens são meramente ilustrativas de um produto novo e não correspondem com exatidão ao estado dos produtos reembalados e suas embalagens. Os produtos reembalados são exibidos no site com o selo REEMBALADO para que se destaquem dos demais produtos.

GARANTIA

Todos os produtos REEMBALADOS foram inspecionados, estão em perfeitas condições de uso e têm garantia para vícios de fabricação com o fornecedor. Caso constate algum defeito de fabricação, encaminhe o produto ao fornecedor para análise.

EMBALAGEM E CONTEÚDO

Os produtos são entregues na embalagem original retrabalhada, com possíveis alterações, ou em embalagens neutras lacradas. Recuse o recebimento de qualquer encomenda que tenha indícios de violação na embalagem. Contém todos os acessórios e manual, conforme inclusos originalmente pelo fornecedor.

DEVOLUÇÃO

O prazo para desistir da compra é de até 7 (sete) dias corridos, a contar da data de entrega. O produto deve ser encaminhado com todos os seus componentes e na mesma embalagem em que foi recebido. Devido ao estoque limitado das mercadorias, não é possível trocar os produtos, apenas devolvê-los e solicitar a restituição do valor pago. O valor pago será restituído pelo mesmo meio de pagamento utilizado na compra. Para mais informações, verifique nossa Política de Trocas e Devoluções.

APARÊNCIA E FUNCIONAMENTO

São produtos em perfeito estado estético e com aparência de novos. Todos os produtos reembalados foram inspecionados e estão em perfeito funcionamento

Saiba mais sobre produtos usados

Os livros USADOS vendidos na nossa categoria Outlet são livros com avarias mas que mantém sua integridade de conteúdo original permitindo uma leitura muito próxima dos livros novos. Esses produtos podem apresentar páginas ou capas amassadas, manchas, com riscos ou sinais de uso além de poder estar fora de sua embalagem original.

DISPONIBILIDADE DE ESTOQUE

Para produtos de Outlet o estoque é limitado e por esse motivo as oportunidades de compra são únicas. Se após a compra forem apontados defeitos de funcionamento do produto, o consumidor poderá solicitar a devolução dos valores cobrados de acordo com a política de devoluções da Saraiva.

IMAGENS NO SITE

As imagens são meramente ilustrativas de um livro novo com exemplos de unidades que apresentam sinais de uso, os quais podem ou não estar presentes na unidade posta à venda. Os livros usados são exibidos no site com o selo USADO para que se destaquem dos demais produtos.

CARIMBO DE LIVRO USADO

Os livros usados recebem o carimbo de "Vendido no Estado, Troca não Autorizada" na capa e/ou contra-capa para identificar os produtos que não podem ser trocados.

EMBALAGEM E CONTEÚDO

Os produtos são entregues na embalagem original retrabalhada, com possíveis alterações, ou em embalagens neutras lacradas. Pode não conter capas e/ou invólucros especiais, especialmente em kits e boxes.

DEVOLUÇÃO

O prazo para desistir da compra é de até 7 (sete) dias corridos, a contar da data de entrega. O produto deve ser encaminhado com todos os seus componentes e na mesma embalagem em que foi recebido. Devido ao estoque limitado das mercadorias, não é possível trocar os produtos, apenas devolvê-los e solicitar a restituição do valor pago. O valor pago será restituído pelo mesmo meio de pagamento utilizado na compra. Para mais informações, verifique nossa Política de Trocas e Devoluções.

APARÊNCIA E FUNCIONAMENTO

O livros usados podem apresentar amassados, marcas, manchas, riscos ou sinais de uso. Esses sinais estéticos não comprometerão o a leitura nem a integridade do conteúdo original. Todos os produtos usados foram inspecionados e estão em condições de leitura.

Exemplos de Aparência e Estado

AMASSADO OU DOBRADO

Apresenta capa e/ou páginas amassadas ou com dobras.

RASGOS E DANOS

Pode apresentar caixa ou capa danificada e/ou ausência de invólucro.

RISCADO, MANCHADO OU DESGASTADO

Interferências perceptíveis na capa ou páginas.

ETIQUETAS COLADAS

Pode apresentar etiquetas coladas na capa.

Descrição

POESIAS, PROSAS E NARRATIVAS é uma excelente obra de literatura brasileira do autor pernambucano FÁBIO BRAGA, especialista em escrever textos inserindo linguagens variadas. FÁBIO BRAGA, inclusive, é reconhecido nacionalmente por contextualizar suas máximas. Segundo a crítica frases e máximas contextualizadas potencializam a leitura ao extremo, tornando convidativa ao leitor a viagem fascinante pelo livro desse escritor inovador da primeira à última página.---A Editora Caetés libera uma Poesia, uma Prosa e uma Narrativa da obra para a Apresentação na Saraiva, confira: --- POESIA - POEMA ILÓGICO DE UM SUCINTO ---Cego, vejo além das formas, em cor de carne eu me absorvo, pancadas me provocam atritos e afagos só me produzem humores....Sobra o osso que se conquista, disputando-o palmo a palmo, alucinações não são contágios, desavenças quando muito eu parcelo porque me inflacionei de ira por uma louca... Negras noites são vaga-lumes, um inviolável lacre a teu tesouro; minto eu arguir ao sopro de São Tomé, relutantes nós somos até que se apure; na cavalgada eu sou alazão sem rédea, em meu dorso silencio os teus açoites e em teus galopes eu me asseguro. .. Fuga, ardor, em meu concerto, músicas entoando o meu tormento, se imitasse o som das conchas, há quem ouvisse cascatas de um bêbado; a ressaca por ti é um martírio, tuas enxurradas são vertigens, na maré do adeus que me leva; sem teclados é a despedida, qual piano eu desafino, mexo em meu ferimento e remexo mais ainda a doce meiguice da quimera... Acordo-me em um ar fresco comprimido, sucinto tornei-me em minha volta, a tua coisa-viva fez de mim o ser tacanho que se preza, se bem que insisto na barganha, qualquer que seja a tua prenda, e enxugo o suor da sanha o tanto quanto role em tua testa... Jamais serei a vala frígida, mina descoberta à mão teimosa, lobo mau em carcerária observando os fumacês dos baseados; sem a tua UTI, eu me automedico, recebo alta do divino e me interno hospitalizado na emergência de outros braços...Pus de lado meretrizes e as cócegas das donzelas, troquei o começo pelo fim triste e deslizei na vaga espera; se um dia eu fosse nuvem, em branco eu passaria sobre o teu corpo à toa com perfis de Cinderela... .... Quem sai de um abismo, a queda suave não importa, faz de tardes sem delírio o cobertor que lhe sufoca.... Luto, sofro, no invisível, encerro minha busca a uma perdida, e o teu amor se esvai, aqui, ali, e aonde quer que eu siga. ---- PROSA - BRAZUCA DE VOLTA A MINAS --- Após baterem uma pelada no gramado artificial do campinho de futebol society do clube, um grupo de colegas de graduação de longas datas se reúne em um barzão de Poços de Caldas e se confraternizam. O motivo da comemoração: o ansioso retorno de Maurício, que concluiu o seu doutorado em Harvard... O homenageado, como gratidão pelo apreço de seus anfitriões, traça um panorama a seu modo da sua passagem pela Terra de Tio Sam... Como todos possuíam especialização em pronúncia do inglês americano, o narrador falava assim... Durante o consumo de tequila, em um daqueles bares que só têm a área interna, como vocês veem nos filmes americanos, do balcãozão mesmo, eu bati uma caixa com uma estudante brasileira lindíssima de olhos azuis sentada em um banco a meu lado; e de cantada em cantada, fazendo de tudo para conquistá-la porque a dona era gostosa pra burro, e para que ela com o que eu fosse dizer se derretesse por mim e com isso pernoitasse em meu hotel, caprichei nas palavras: É em Cleveland como você é linda... Pena que não esteja no Ohio de uma milha de onde eu moro... Kentucky é um homem na Boston, vivendo solitariamente... O meu consolo vem da mulher da Arizona; Só que não tenho tanto amor para Dallas... Fico em cima dela e ela não Saint Paul nenhum... Isso Kansas a mulher - diz ela... Seu Oregon genital molhado e eu sugiro um cãozinho Pittsburgh para lambê-la até secar, até chegar o orgasmo... O que mais em Portland a ela é sexo... Às vezes eu Pennsylvania e esqueço a Santa Barbara quando eu Daytona cama com essa vulgar... Apesar de eu não satisfazê-la, eu juro que vou tomar uma Providence para melhorar a minha masculinidade... Essa dama que eu tirei da Arizona só transa se eu tiver Milawkee na mão, de graça nem com San Diego ou San Francisco operando milagre... Chicago, eu olho para a Maryland que eu fiz trazendo essa dona para a minha casa, causando-me um prejuizão... Um dia um Columbus apareceu na ponta do pênis, e eu falei para mim mesmo: mas nem que a vaca Tulsa eu vou ao médico... Porém, Louisville e outros amigos viram o tamanho que Utah aquilo e disseram que realmente eu Denver buscar ajuda médica urgente, ou, do contrário, é Sacramento e vela preta... O doutor Jacksonville como eu estava, e Saint Louis no consultório, por falta de energia, aplicou a injeção errada... Aquela Montana de carne aumentou ainda mais, e eu Colorado gritei: Minnesota da cadeira, doutor, não suporto a dor, que é demais... Se eu ficar aqui mais um segundo eu Monroe... Houston que o senhor fez não é certo... O senhor, doutor, é o Des Moines em forma de gente, o satanás de jaleco, isso que o senhor é... Atlanta gente boa que sabe medicar bem neste mundo... Idaho encontrar o médico certo, um especialista no assunto que cure essa minha enfermidade... Ao me Connecticut por telefone com o casal de dermatologistas Louisiana, uma sem Maine depois, pela Austin consagrada, tudo voltou ao normal, era eu outra vez pronto para ser homem de novo, a ferramenta estava em ordem... E a El Paso que eu me dava conta de ter ganho um pinto novo em folha, eu pensava: Iowa lá amando uma mexicana; New Mexico as mulheres de programa são quentes, e cobram menos que as americanas... Onde Wyoming no pedaço há uma Odessa vadia que se Omaha na gente por uns goles de tequila e uns cem paus em dólar... Já fui casado, mas minha Santa Barbara fugiu com outro; eu a Indiana não sei dizer Seattle eu ou ela o culpado da separação... Hoje eu temo uma nova relação, a primeira eu Memphis nada de errado e ela partiu com um que parecia um Buffalo... Talvez seja porque ele Dakota do recado na hora de afogar o Kansas; O dele Arkansas o fundo da vagina dela, o meu só Madison 14 centímetros duro... Só pode ser essa a explicação... Mas ainda aguardo aquela que eu Miami... Uma que venha Reno em direção a mim e que Concord em tomar um Wisconsin com gelo no clube e depois de tonta deixar eu Rhode Island em volta da piscina, até cairmos os dois na água... Trenton outra vez e outra vez não vem a Virginia da silva, o cabacinho que eu estou esperando há anos; ... Houve uma Sarah em minha vida, que logo foi embora; O negócio dela era fazer bebê comigo... Até hoje a Syracuse a mim de não tê-la engravidado por mero egoísmo meu... Só que ela jamais soube que eu tinha feito vasectomia, por prevenção... Ou Wilmington para elas, ou elas não ficam, vão embora, e aí eu choro...Todas desejam ter filhos... Para conquistá-las eu olho New Orleans delas e digo: vamos encher a casa de meninos até que se complete um time de futebol... Filhos roubam a nossa liberdade, prefiro não Vermont de crianças me enchendo o saco, não nasci pra viver esse Richmond de vida de paizão que leva as crianças pro parque... Muita gente ficará Orlando para nós e cochichará no ouvido uma da outra: aquela menina não se parece nem um pingo com o pai... Daí eu ou fico Forth Worth fico fraco diante dessas pessoas maldosas, abomináveis... O mundo está Cheyenne de gente assim, sem ter o que fazer, só metendo o pau neste pobre Corpus Christi... Raleigh demais trabalhando, agora eu quero todo final de semana abrir Tampa e mais Tampa de champanhe pra comemorar minha vitória... Li muitos artigos, página por página, sobre se devo ou não procriar, mas Modesto eu digo que prefiro continuar estéril... Eu ainda Washington que vai aparecer uma que também não queira filho, uma que se Alaska de estudar e trabalhar como eu, e que não tenha tempo para cuidar de criança; Allentown combinará com o meu modo de vida e viveremos felizes para sempre... Vai ser Florida, uai; muita Florida, uai; do colchão ao chão e do chão ao colchão. San Antonio e San José e sem Ricardões para virarem a minha Mesa... Após me dar ouvidos atentamente, sem piscar os olhos, a loirona, atônita com a narração, introduz a mesma linha linguística, e enfim se apresenta:- Meu nome é Charlotte de Floripa. Como eu fui com a sua cara, por que não vamos dar uma Pasadena em meu apê? Lá você também vai conhecer outra amiga. Aposto que a Aninha gostará muito de você... Sabe, como Eureka, e Aninha pobre, quem banca o lar sou eu. Mas me divirto muito com ela. Pra onde eu for, ela me acompanha. Há um outro morador nessa residência. O caçula do curso. Mas no momento o George está longe de casa. Está curtindo uma praia. Estuda na mesma faculdade, e em tese reparte as despesas se não gastar demais com mulheres. Ele às vezes recebe a mesada dos pais no Brasil e a bolada ele Detroit tudo, tudinho, com damas de cabaré... Maurício, Missouri diante da bíblia sagrada que você está realmente solteiro. Não minta pra mim... Eu mesma quando larguei o Lincoln, não quis mais homem nenhum. Porém, adorei o seu papo. Que tal iniciarmos um romance? Newport se será eterno ou não...Retomando o cenário do Bar de Poços de Caldas, Maurício faz uma surpresa para a galera... - Liguei pra Charlotte, e ela, de motorista de aplicativo chegará em breve... Agora é a minha mulher, para o que der e vier. Inclusive para que eu Tacoma na cama todos os dias da vida...E em meio a aplausos pelo desfecho com final feliz, o jovem doutor, lisonjeado, cai em prantos risíveis, afirmando que deve tudo isso a seus Los Angeles protetores que nunca o abandonaram...Obs: o leitor, caso necessite, pode conferir as pronúncias dos lugares mencionados no texto no site Merriam-Webster e com isso tornar a leitura ainda mais compreensível e divertida.... NARRATIVA ( CONTO ) --- CORRUPTO ARREPENDIDO --- Os nomes dos lugares e dos personagens são fictícios. Qualquer semelhança com eles interprete como mera coincidência. .. De tanto ver amigos e correligionários seus sendo algemados em operações da Polícia Federal, o senador Zeferino decide de uma vez por todas cortar na carne e não mais aceitar um só centavo das empreiteiras para se eleger. Sem dinheiro para comprar voto pra cargos da legislatura, restou-lhe optar pela disputa do pleito de prefeito de Boa Ventura, sua terra natal, e cidade onde começou a carreira política... Durante a campanha, de cima de um caminhão, faz o mais acalorado e efusivo discurso de sua vida... - Povo de Nova Ventura... Depois de tanto tempo, eis eu aqui de novo pedindo o seu voto. Os venturenses sabem o que eu fiz de bom por este município quatro décadas atrás, ainda como vereador. Pois bem, meu povo, fui o melhor vereador da cidade e por isso conquistei a simpatia e confiança dos eleitores a ponto de me tornarem prefeito. O mais votado desde a emancipação do município, em 1970, por ordem do senhor governador biônico, o doutor Paulo Freitas Nogueira Salles, que convenceu a Assembleia Legislativa a declarar Nova Ventura cidade, e não mais distrito de General Pacheco... Muito aplaudido por suas primeiras palavras que o som das palmas é tão alto que desperta a curiosidade de gente que nem ali estava. Pouco a pouco o comício reúne quase a totalidade dos moradores daquela pequena unidade da federação...- Mas eu peço mesmo o seu voto, eleitor, porque eu quero dar um bom exemplo de como moralizar a política. Mostrar para o Brasil inteiro como se governa sem corrupção, sem tome lá, dá cá... Chega disso, o brasileiro não suporta nem olhar pra cara de um político, que vai logo imaginando que ele é um larápio...Se o povo trabalhador honesto de Nova Ventura quiser contar com um prefeito que possa lhe trazer esperança, esse sem dúvida sou eu... Mas os venturenses devem também fazer a sua parte, elegendo o candidato que não compra voto. E esse candidato sou eu....Não é nenhum outro, não... Falando nisso, o atual prefeito botou na cabeça que é o dono da cidade, que é o pai de todos os venturenses... Mas ele se esquece de revelar ao povo que chegou aqui puxando uma cachorrinha, vendendo material de construção; e, hoje, se esnoba dizendo que possui posto de gasolina em todos os municípios do Vale das Bênçãos não porque foi vereador 4 vezes, nem prefeito por 1 mandato, mas sim porque trabalhou, ralou duro pra conseguir a fortuna que tem... Isso é mentira, gente... Se vocês reelegerem esse enganador, seus filhos vão continuar sem merenda escolar; as estradas de barro que dão acesso ao centro nunca terão pavimento decente... Que vergonha, os carros tendo de desviar das crateras por culpa de um gestor que não se incomoda em ligar pro partido e pressionar o Governo pra mandar uma equipe de restauração de estradas no município, faltando dois anos para haver a campanha para o cargo de Chefe-Maior do Estado .... Eu no lugar do prefeito me vingaria assim: Quando chegar as eleições pra governador, vou colocar um carro de som nas ruas anunciando que aqui esse cara que ocupa esse nível do poder não ganha um voto... Mas que nada, fica de braços cruzados no gabinete. É o legítimo político que rouba e não faz... Esse meu adversário, além de incompetente, ele não chega de longe a ser o político com a minha experiência ... Traiu o povo de Nova Ventura, e não merece nunca mais pisar no Palácio do Governo Municipal... Seu discurso fez efeito e no dia da eleição venceu o atual gestor do município por diferença de 100 votos. Para uma população de 10 mil habitantes, a vantagem não foi tanta, mas o que importa é que Zeferino convenceu os seus conterrâneos a elegerem alguém que, por essas bandas, de maneira inédita tornou-se prefeito sem tirar do bolso um centavo sequer visando à compra de voto... Foi valente, sofreu ameaças de seu opositor, mas depois que assumiu, sem ódio nem rixa no coração, apertou a mão do candidato perdedor, que saiu comentando e debatendo com os amigos e partidários sobre qual fórmula nova foi usada por Zeferino para derrotar a sua pessoa e ao seu dinheiro nas urnas eletrônicas... SUMÁRIO DA OBRA --- FALANDO DE AMOR..... 06 -Dor ( 7 ) Motins ( 8 ) Poema Ilógico de Um Sucinto ( 9 ) Coração Libertado ( 11 ) Estereótipos de Carnavais ( 13 ) Rosa Carioca ( 15 ) Habitat Glacial ( 18 ) -FALANDO DE MIM..... 20 -A Maga Elétrica ( 21 ) Mamãe ( 23 ) O Velho ( 25 ) Primo ( 28 ) Vida de Um Quase Aposentado ( 30 ) Alfinetes de Prismas ( 34 ) Luta Contra o Mal ( 36 ) Indecisão ( 40 ) Pérola Rara ( 42 ) Peixe Pai, Peixinho Filho ( 44 ) Campinas, Minha Infância ( 45 ) Punho de Espada ( 47 ) -FALANDO DE AMIGOS..... 48 -Fisicultor ( 49 ) De Amiga para Amiga ( 50 ) Três da Manhã ( 52 )Triste Aquarela ( 53 ) Brazuca de Volta a Minas ( 55 ) -FALANDO DE POLÍTICA..... 60 -Ouros de Tolos ( 61 ) Política e Sexo ( 65 ) Terra da Balbúrdia ( 67 )Justiça Neles! ( 71 ) O Mundo do Amanhã ( 78 ) Eu, Presidente da República ( 80 ) Nação Vulnerável ( 85 ) É Luta ( 86 ) Corrupto Arrependido ( 90 ) Latifúndio ( 93 ) -FALANDO DE CIÊNCIA..... 94 -Sonhos de Consumo ( 95 ) A Aranha Fininha ( 97 ) Vento ( 98 )Sete Dicas a Uma Excelente Tirada Diária ( 100 ) Ficha do Criminoso ( 102 ) Tupis Encorujados ( 104 ) Mensagens do Espaço ( 106 ) Somos o Que Somos ( 111 ) O que, Hein? ( 112 ) Antes de Mais Nada ( 114 ) Os Mestres ( 116 ) – TOTAL DE PÁGINAS 148.

Caracteristicas

Formato Livro Digitaltrue
Sob Encomendafalse
Fora de Linhafalse
Produto Digitaltrue
AutorBraga,Fábio
CentímetroMetroKilogramaGrama

Dimensões

POESIAS, PROSAS E NARRATIVAS - ao leitor de Os segredos da mente milionária, O Conto da Aia
Altura: 0,00 Centímetro
Largura: 0,00 Centímetro
Profundidade: 0,00 Centímetro
Peso: 0,00 Grama

Outros livros do autor

    Vendido e entregue por: