Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
e-book

Presença e silêncio da colônia à pós-modernidade: sina-is do personagem negro na literatura brasilei (Cód: 5940911)

Amauri Rodrigues da Silva

Editora Kiron (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 29,00 R$ 20,30 (-30%)
Cartão Saraiva R$ 20,30

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Presença e silêncio da colônia à pós-modernidade: sina-is do personagem negro na literatura brasilei

R$20,30

Descrição

Presença e Silêncio da colônia à pós-modernidade: sina-is do personagem negro na Literatura brasileira é um livro que analisa livros, e pela análise deles, ?lê? a sociedade brasileira, da colonial à pós-moderna que aí está. Seu foco é a presença do negro no arcabouço social, as resultantes de suas relações e os modos de repercussão desses fatos, no emprego, artístico ou não, da palavra escrita.

Modos que denunciam 500 anos de comprometimento da Literatura com textos não-estéticos, deles referendando ideologias dominantes e reverberando discursos hegemônicos, prova do seu envolvimento com a estrutura brancocêntrica interessada na perpetuação do establishement. Modos que nos levam a entender os porquês do abespinhamento da elite de hoje com o novo ethos do negro brasileiro, que na avaliação dela é uma ameaça à peça de ficção montada por si e seus antecessores, ao longo de séculos de dominação.

Da elite que, inconformada, interpreta como tentativas de transformar o Brasil numa nação bicolor, condições e pensamentos que possibilitam novos discursos e novas práticas sociais, esquecendo-se de que o Brasil é dividido em negros e brancos, pelo menos desde 1534, quando aqui chegaram, como escravos, os primeiros negros. Esquecendo-se de que a autoria desta divisão não é dos escravos, mas, sim, dos senhores, que não por acaso eram brancos e donos do poder; e da sociedade, deles delegatária da missão de preservar o status quo que transcende relações sociais do cotidiano, e norteia livros, principalmente, os de Literatura.

É neste aspecto que a Literatura desrespeita compromissos básicos, tacitamente assumidos com a pluralidade e a polissemia, e se transforma num eficaz mecanismo em prol dos interesses da classe dominante.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Editora Kiron (Edição Digital)
Idioma Português
Acabamento e-book
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Proteção Drm Sim
Início da Venda 01/11/2013
VOLUME 1
Cód. Barras 9788581132099
AutorAmauri Rodrigues da Silva