Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Querido Menino (Cód: 2599261)

Sheff, David

Globo Editora

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 36,00
Cartão Saraiva R$ 34,20 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Querido Menino

R$36,00

Descrição

Em 'Querido Menino', pai relata em primeira pessoa a angústia e a luta pela sobrevivência do seu filho dependente de drogas. O autor e jornalista David Sheff abre a vida da sua família e expõe as aflições de Nic, um garoto, que aos poucos acaba entrando no mundo das drogas.
A sinceridade do pai comove o leitor, que se pergunta, como a crítica perguntou. “Por que escancarar a vida do filho desta maneira?” Ele responde: para que ele, o livro, seja um manual para aqueles que passam pelo mesmo problema, a mesma dor.
Baseado em pesquisas, como a indicação de que filhos de pais separados têm maior propensão ao uso de drogas pesadas, o autor vai escalando os degraus doloridos que seu filho sobe. Mas, antes, ele relembra a infância de Nic e narra a vida de uma criança tranqüila, alegre e carismática.
O problema é quando o menino dedicado, estudioso e inteligente começa a demostrar sinais de distração, irritabilidade e outros comportamentos que diferem de quem ele era. O pai pergunta: o que está acontecendo com meu filho? Descobre: aos 12 anos Nic começa a fumar maconha e aos 17 passa a usar drogas pesadas, como cocaína e metanfetamina.
O pai tem a impressão que vai perder seu filho para as drogas e resolve travar uma batalha. Interna o filho diversas vezes (em clínicas com tratamentos diferenciados: a cada internação, um método) e ouve sempre na saída da clínica: “pai, foi a última vez”. Mas, não. A cada recaída do filho, o pai não dorme, se culpa, tem um derrame cerebral (se salva) e tenta achar a explicação, o porquê de isto ter acontecido com seu filho – tão bem criado. Não há respostas, diz o próprio autor, só alternativas.
São elas, as alternativas para aliviar a dor e o sofrimento, que o autor vai oferecendo no decorrer do livro. Além de exemplos práticos de convívio, como fumar maconha com o filho, para tentar aproximar-se dele. Querido menino é o relato emocionado de um pai-autor que ainda sofre com o drama do filho. “O afeto que sinto pelo meu filho é temperado pelo medo que sinto dele”, diz David Sheff

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Globo Editora
Cód. Barras 9788525045706
Altura 21.80 cm
I.S.B.N. 9788525045706
Profundidade 0.00 cm
Acabamento Brochura
Ano da edição 2008
Idioma Português
Número de Páginas 424
Peso 0.44 Kg
Largura 13.70 cm
AutorSheff, David

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: Querido Menino

Idalir recomendou este produto.
04/07/2014

DRAMA DE MUITAS FAMÍLIAS

As drogas continuam sendo um grave problema familiar e social. Este livro relata a trajetória do filho viciado do ponto de vista do próprio pai. Mescla revelações pessoais com pesquisa científica. Relato forte e sensível.
Esse comentário foi útil para você? Sim (0) / Não (0)