Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Rio de Janeiro Capital do Imperio Potugues (Cód: 3092047)

Vários Autores

Principia

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

Economize até R$ 0,00

R$ 219,39 (-15%) no boleto
R$ 258,10 em até 8x de R$ 32,26 sem juros
Cartão Saraiva R$ 245,20 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 12x de R$ 21,51 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 8x sem juros de R$ 0,00


Rio de Janeiro Capital do Imperio Potugues

R$258,10

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

“A notícia de que a Corte Portuguesa se tinha transferido para o Brasil apanhou a Europa de surpresa. No imaginário e no protocolo do Antigo Regime, um Rei não saía do seu país. Não fazia visitas de Estado, não se deslocava às colónias, muito menos se dispunha a atravessar um oceano. Numa Europa, ainda mal refeita da independência das colónias britânicas da América do Norte, virada do avesso pela Revolução Francesa e submetida ao proselitismo das novas ideias impostas, manu militari, pelo general Bonaparte, a decisão da Corte Portuguesa era mais uma evidência de que o mundo passara a girar a outra velocidade A escolha do Brasil como destino já não terá surpreendido tanto. Se, durante dois séculos, o papel nuclear do Império Português fora ocupado pela Índia, onde um alto cargo equivalia a bons proventos e grande prestígio, o Brasil assumira gradualmente o centro económico e era alvo da cobiça das grandes potências. À medida que a noção da grandeza e do imenso potencial do Brasil se foi consolidando, foram surgindo propostas para a transferência da Família Real ou, pelo menos, de alguns dos seus elementos relevantes, sobretudo em momentos de ameaça no território metropolitano. Durante a Guerra da Restauração, o Padre António Vieira aconselha a regente, D. Luísa de Gusmão, a viajar para as terras brasileiras, onde aí fundaria o “Quinto Império”, dando corpo à sua visão redentora para Portugal. D. Luís da Cunha, o nosso mais notável diplomata da primeira metade do século XVIII, escreve a D. João V sobre a possibilidade de o monarca se estabelecer no “imenso território do Brasil” e aí tomar o título de “Imperador do Ocidente”. Já na época napoleónica, quando Godoy, o ministro de Carlos IV, desencadeia a Guerra das Laranjas, D. Pedro, irmão da marquesa de Alorna, sugere ao príncipe regente D. João que parta para o Brasil, “levando consigo toda a família e todos os tesouros. A Corte Portuguesa só partirá em Novembro de 1807, com Junot às portas de Lisboa. Consigo transporta inúmeros caixotes com documentos do Estado, uma tipografia e milhares de volumes da Real Biblioteca. É o centro do poder político que se desloca, vai atravessar o Equador e estabelecer-se no novo continente. Para Portugal e para o Brasil são novos destinos que se abrem.

Características

Peso 0.44 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Principia
I.S.B.N. 9789898219213
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 390
Idioma Português
Cód. Barras 9789898219213
Número da edição 1
Ano da edição 8/2010
AutorVários Autores