Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Rompendo As Amarras da Doença de Parkinson (Cód: 4086367)

Patto,Carlos Anibal Pyles; Freitas,Tiago

Loyola

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 28,00
Cartão Saraiva R$ 26,60 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Rompendo As Amarras da Doença de Parkinson

R$28,00

Descrição

...olhando para o passado, é fácil identificar os sinais e sintomas da DP. Os primeiros sinais são tão sutis que o portador e as pessoas que convivem com ele, no dia-a-dia, não se dão conta. Muitas vezes um amigo ou conhecido mais afastado é quem repara e faz observações do tipo: 'Você balança mais o braço esquerdo ao caminhar'.
Foi o que aconteceu comigo.
Outros sintomas, ditos precoces, foram:
- A escrita foi ficando lenta, a ponto de não conseguir fazer as anotações das instruções de voo em tempo real. Foi esse sistema que nos levou a procurar um neurologista, o qual, depois dos exames de rotina, vaticinou:
- Coronel, o senhor tem Parkinson.
Ficamos atônitos. Voltamos para casa sem dizer uma só palavra e fomos dormir. Já era a negação da doença, a qual só terminou depois que consultamos mais cinco ou seis médicos neurologistas e todos foram unânimes:
- É Parkinson.
Essa frase da negação da doença foi bem definida. Já a da revolta e da depressão foram episódicas. E, aos poucos, fui construindo a fase da aceitação.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Loyola
Cód. Barras 9788579630750
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788579630750
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2012
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 175
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorPatto,Carlos Anibal Pyles; Freitas,Tiago

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Rompendo As Amarras da Doença de Parkinson