Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Schopenhauer e As Formas da Razão - o Teórico, o Prático e o Ético-místico (Cód: 3372278)

Debona,Vilmar

Annablume

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 28,00
Cartão Saraiva R$ 26,60 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Schopenhauer e As Formas da Razão - o Teórico, o Prático e o Ético-místico

R$28,00

Descrição

'Schopenhauer e as formas da razão: o teórico, o prático e o ético-místico' indica as formas do conceito razão no pensamento de Schopenhauer, quais sejam, a razão teórica, a razão prática e a razão ético-mística, sendo que esta última não foi cunhada conceitualmente pelo filósofo. O estudo defende que há um exercício racional que acompanha o raro acontecimento da negação total da vontade. Para tanto, os argumentos são, sobretudo, os de que: 1) a Vontade, após conhecer-se, mediante seu processo de Objektität, decide-se pela continuidade de sua afirmação ou então por sua própria negação; 2) o asceta, após chegar pela primeira vez (por meio de uma intuição súbita) ao conhecimento do todo da vida, opta por continuar ou não com ele e com a negação da vontade; decisão indicada nessa filosofia pelo fato de advir, na ascese extrema, uma clarividência da razão (Besonnenheit der Vernunft). Assim, embora se trate do fim das conceituações, isto é, do limite do 'negócio' por excelência do filósofo, ainda há um papel da razão no momento de sua própria despotencialização.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Annablume
Cód. Barras 9788539101603
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788539101603
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2010
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 139
Peso 0.19 Kg
Largura 14.00 cm
AutorDebona,Vilmar

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Schopenhauer e As Formas da Razão - o Teórico, o Prático e o Ético-místico