Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Seu Amigo Esteve Aqui (Cód: 4258014)

Chacel, Cristina

Zahar

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 19,90

em até 1x de R$ 19,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 18,91 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Seu Amigo Esteve Aqui

R$19,90

Descrição

Em 15 de fevereiro de 1971, Carlos Alberto Soares de Freitas, conhecido como Beto pelos amigos e Breno pelos companheiros de militância política, foi preso no Rio de Janeiro. Nunca mais foi visto. Ele era um dirigente da organização clandestina de esquerda VAR-Palmares. O Estado jamais prestou contas de seu desaparecimento e seu corpo até hoje não foi encontrado.
Pela força de sua liderança, Beto era capaz de atrair para a resistência política inúmeros jovens – entre eles a então secundarista de dezesseis anos Dilma Rousseff, atual presidente da República e uma das personagens dessa trama. Uma década após seu desaparecimento, descobriu-se que ele foi assassinado em uma casa em Petrópolis, onde presos políticos eram mantidos em cárcere privado, sendo torturados e quase sempre mortos.
A jornalista Cristina Chacel refaz essa trajetória, pesquisando em arquivos e costurando informações fragmentadas, de parentes e amigos. Com uma narrativa eletrizante, ela descreve em detalhes o ambiente da ditadura militar, que marcou o destino de mais de uma geração.

Características

Peso 0.44 Kg
Produto sob encomenda Sim
Editora Zahar
I.S.B.N. 9788537809082
Altura 23.00 cm
Largura 16.00 cm
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 232
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788537809082
Número da edição 1
Ano da edição 2012
País de Origem Brasil
AutorChacel, Cristina