Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8
e-book

Tudo em movimento : oficina de literatura e psicanálise (Cód: 9403329)

Monteiro,Maria de Jesus; Circe Palma; Ramos ,Danci Caetano; Braga Simonetti ,Valmor; Ana Helena Diniz Soares Rilho; Ramon Franco; Mirian Bolzan; Lourdes Prado; Berenice Longo; Vilma Norma Loner

Editora AGE (edição digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 20,00

em até 1x de R$ 20,00 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Tudo em movimento : oficina de literatura e psicanálise

R$20,00

Descrição

Os precursores de Freud Os verdadeiros precursores de Freud foram os escritores, disse-me Ariane Severo. Era novembro de 2010, e ela estava me convidando para montarmos uma oficina de dois meses sobre Literatura e Psicanálise. Trabalhamos juntos no projeto e acreditamos que deu certo. Hoje, ao terminar a leitura deste livro, fico seguro disso. Porque seus autores participaram, quase todos, daquela oficina experimental. Quanto à Ariane, orgulho-me do trabalho que realizou durante dois anos, burilando estas joias que justificam a importância dada por Freud à imaginação criativa. E agora, como quem prova diferentes vinhos, vamos degustar um conto de cada autor deste livro.Ana Helena, em Un tiempo de tristeza y soledad, pinta com palavras a mensagem de Frida Khalo: O México chora. Minha alma grita. Quer o vermelho do meu sangue.Berenice reencarna Gradiva, no Encontro em Pompeia: A Via dos Sepulcros! Casa de Diomedes. Melhor desaparecer nas entranhas das ruínas e esperar que ele desista...Circe, em Nasce um conto, começa onde Kandinsky recomenda: Um ponto. Uma luz, uma cor. O pensamento corre solto como um cavalo bravio. E as formas se ajeitam na folha, trazendo aquilo que a emoção quer mostrar.Danci, em O preço do perdão, narra o drama de Valéria, cujo pai detonou uma bala na cabeça. E ela não chorou sua morte, pois, se matando, tinha provado que não a amava. Até que, percorrendo o mesmo caminho, descobre outra verdade.Lourdes, em O pedido, nos brinda com a própria essência da ecologia. Aquele pedido da mulher para a árvore não dar mais frutos, porque eles caem nos telhados dos vizinhos e ela será obrigada a cortá-la, o que nos corta, de verdade, é o coração.Maria de Jesus costuma voltar à infância em busca de água pura. Mas foi junto às águas poluídas do arroio Dilúvio que ambientou As sete palmeiras. A história de um serial killer que emudece a todos diante da lucidez da loucura.Mirian, em Desenhos da alma, revela a angústia de quem se sabe prisioneira. Como um bebê, mesmo no conforto do ventre da mãe, sente que chegou o momento em que já não pode e não quer mais ficar.Ramon, em Mulheres do Louvre, vai buscar outras Gradivas cansadas de séculos de rotina: Vitória de Samotrácia, Vênus de Milo, Mona Lisa. Para elas o alarido do Louvre, durante o dia, é cansativo, e o silêncio das noites é cruel. Valmor, praticando o chiste e o humor, cria o personagem Imeldo, inspirado em Imelda, mulher do ditador das Filipinas, que tinha 3.000 pares de sapatos... Bah! É o Imeldo. Daqui a pouco ele vai sapatear na nossa frente. Querem apostar? Vilma retrata o próprio Freud com As mãos nos olhos. Dentro da igreja de San Pietro in Vincoli, Roma, o faz reviver diante de uma de suas grandes paixões, a estátua de Moisés, de Michelangelo. Mozart Pereira Soares chamava ofício de porteiro à arte de apresentar livros. Estou de acordo com meu mestre. Pois raras vezes, como neste momento, tive tanto prazer em abrir as páginas de um livro para seus leitores. - Alcy Cheuiche. AUTORES: Ana Helena Diniz Soares Rilho, Berenice Longo ,Circe Palma, Danci Caetano Ramos, Lourdes Prado, Maria de Jesus Monteiro, Mirian Bolzan, Ramon Franco, Valmor Braga Simonetti, Vilma Norma Loner.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Não
Marca Editora AGE (edição digital)
Número de Páginas 96 (aproximado)
Idioma 333
Acabamento e-book
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Pdf
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Início da Venda 12/12/2016
Código do Formato Pdf
Cód. Barras 9788583431831
Ano da edição 2015
Ano da Publicação 116
AutorMonteiro,Maria de Jesus; Circe Palma; Ramos ,Danci Caetano; Braga Simonetti ,Valmor; Ana Helena Diniz Soares Rilho; Ramon Franco; Mirian Bolzan; Lourdes Prado; Berenice Longo; Vilma Norma Loner