Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Vale Abraão (Cód: 163859)

Bessa-Luís, Agustina

Planeta do Brasil

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 39,90
Cartão Saraiva R$ 37,91 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Vale Abraão

R$39,90

Descrição

Ema é uma mulher de uma beleza desafiadora. O gosto pelo luxo e pelo refinamento, as ilusões que tem na vida, o desejo que inspira nos homens, fazem-lhe valer o título de 'pequena Bovary'. Ema terá três amantes, mas esses amores sucessivos não vão conseguir afastá-la de um sentimento crescente de desilusão... Estas são algumas das pistas reveladoras de 'Vale Abrãao', uma história que retrata a vida da alta sociedade portuguesa e que é também uma adaptação contemporânea da 'Madame Bovary', romance cultuado de Flaubert.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Planeta do Brasil
Cód. Barras 9788589885881
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 8589885887
Profundidade 1.60 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2004
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 270
Peso 0.42 Kg
Largura 15.40 cm
AutorBessa-Luís, Agustina

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: Vale Abraão

Marlon Ribeiro recomendou este produto.
27/06/2016

Agustina, uma investigadora dos motivos ocultos do homem, um génio, uma sibila, uma escritora perversa

Poder-se-á dizer que Vale Abraão é um livro onde Agustina Bessa-Luís, por sugestão de Manoel de Oliveira, se deteve a dissertar em parágrafos caudalosos de pensamento aforístico sobre a psicologia da mulher bovariana. Isto é, a essência da insatisfação feminina ou o desejo da mulher que quer mudar-se para o lado dos homens. E não só, num enredo que se desenvolve no Douro, pós 25 de Abril, Agustina apresenta um conjunto de personagens sobre os aspectos mais desconcertantes das suas paixões e perversões, incidindo com especial atenção na dualidade e conflitualidade dos sexos, sempre num registo em espiral, ou seja, repetitivo mas sem nunca se repetir verdadeiramente, num registo narrativo muito irónico, cruel, onde o narrador se expressa como se fosse uma espécie de profeta, adivinho ou sábio com puderes sobre humanos. Profeta que imaginamos sempre ser uma mulher, uma sibila!
Esse comentário foi útil para você? Sim (0) / Não (0)
Marlon Ribeiro recomendou este produto.
26/06/2016

Agustina: uma escritora temida, descrita como uma bruxa louca.

Poder-se-á dizer que Vale Abraão é um livro onde Agustina Bessa-Luís, por sugestão de Manoel de Oliveira, se deteve a dissertar em parágrafos caudalosos de pensamento aforístico sobre a psicologia da mulher bovariana. Isto é, a essência da insatisfação feminina ou o desejo da mulher que quer mudar-se para o lado dos homens. E não só, num enredo que se desenvolve no Douro, pós 25 de Abril, Agustina apresenta um conjunto de personagens sobre os aspectos mais desconcertantes das suas paixões e perversões, incidindo com especial atenção na dualidade e conflitualidade dos sexos, sempre num registo em espiral, ou seja, repetitivo mas sem nunca se repetir verdadeiramente, num registo narrativo muito irónico, cruel, onde o narrador se expressa como se fosse uma espécie de profeta, adivinho ou sábio com puderes sobre humanos. Profeta que imaginamos sempre ser uma mulher, uma sibila!
Esse comentário foi útil para você? Sim (0) / Não (0)
Marlon Ribeiro recomendou este produto.
26/06/2016

Agustina: uma escritora temida, descrita como uma bruxa louca.

Poder-se-á dizer que Vale Abraão é um livro onde Agustina Bessa-Luís, por sugestão de Manoel de Oliveira, se deteve a dissertar em parágrafos caudalosos de pensamento aforístico sobre a psicologia da mulher bovariana. Isto é, a essência da insatisfação feminina ou o desejo da mulher que quer mudar-se para o lado dos homens. E não só, num enredo que se desenvolve no Douro, pós 25 de Abril, Agustina apresenta um conjunto de personagens sobre os aspectos mais desconcertantes das suas paixões e perversões, incidindo com especial atenção na dualidade e conflitualidade dos sexos, sempre num registo em espiral, ou seja, repetitivo mas sem nunca se repetir verdadeiramente, num registo narrativo muito irónico, cruel, onde o narrador se expressa como se fosse uma espécie de profeta, adivinho ou sábio com puderes sobre humanos. Profeta que imaginamos sempre ser uma mulher, uma sibila!
Esse comentário foi útil para você? Sim (0) / Não (0)