Artboard 33atençãoArtboard 18atualizarconectividadeArtboard 42boletocarrinhocartãoArtboard 45cartão SaraivacelularArtboard 42Artboard 23checkArtboard 28Artboard 17?compararcompartilharcompartilhar ativoArtboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32ebookArtboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11fecharfilmesArtboard 23gamesArtboard 4Artboard 9Artboard 6hqimportadosinformáticaArtboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44curtirArtboard 24Artboard 13livrosArtboard 24Artboard 31menumúsicaArtboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44outrospapelariaArtboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35estrelaestrela ativorelógiobuscaArtboard 50Artboard 26toda saraivaArtboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37usuárioArtboard 46Artboard 33Artboard 8seta

Vença Seus Medos - Como Identificar A Origem Dos Seus Temores e Se Fortalecer Para Encarar Os Desafios (Cód: 4915800)

Bowman, Alisa; Alpert, Jonathan

Sextante / Gmt

Vendido e entregue por Saraiva

Este produto está temporariamente indisponível no site, mas não se preocupe, você pode reservá-lo para retirada em uma loja física!

Reserve seu produto na loja para retirada em até 1 hora.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.
Ops! Este produto está temporariamente indisponível. Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 34,90

em até 1x de R$ 34,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 33,16 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Vença Seus Medos - Como Identificar A Origem Dos Seus Temores e Se Fortalecer Para Encarar Os Desafios

R$34,90

Descrição

O medo é uma das reações mais paralisantes da vida. Queremos terminar um relacionamento, mas tememos não encontrar alguém melhor – então não terminamos. Desejamos abrir nosso próprio negócio, mas temos medo de não dar certo – então não fazemos nada. Neste livro, Jonathan Alpert traz uma abordagem transformadora sobre como interromper esse ciclo e resgatar os sonhos que abandonamos pelo caminho. Psicoterapeuta de renome, Alpert ganhou fama nos Estados Unidos por usar um método terapêutico pouco ortodoxo. Incapaz de ficar simplesmente ouvindo as queixas de seus pacientes, ele procurava mostrar como as pessoas deveriam se comportar para resolver seus conflitos e superar os traumas que as impediam de seguir adiante. Baseado nessa técnica, ele escreveu este livro para nos ajudar a identificar os medos que nos paralisam, os comportamentos destrutivos que contribuem para nossa infelicidade e as desculpas que costumamos usar para justificar nossa falta de iniciativa. Vença seus medos nos inspira a eliminar a negatividade, o perfeccionismo, a procrastinação, o pânico, a preocupação, a rejeição e o medo do fracasso. Quando compreendemos a origem dos nossos temores e aprendemos a lidar com eles, perdemos o medo de arriscar – e, assim, podemos ousar e buscar a vida com que sempre sonhamos.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Sextante / Gmt
Cód. Barras 9788575429426
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788575429426
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2013
Idioma Português
Número de Páginas 240
Peso 0.28 Kg
Largura 14.00 cm
AutorBowman, Alisa; Alpert, Jonathan

Leia um trecho

Como perdi meus medos – e como você perderá os seus Você provavelmente já tentou fazer alguma coisa para superar seus medos e resolver seus problemas. Talvez tenha feito terapia, procurado ajuda nos livros ou tomado remédios, mas nada funcionou. Então deve estar se perguntando por que eu tenho tanta certeza de que posso ajudá-lo. A resposta é simples: porque meu programa nasceu de uma experiência pessoal. Hoje posso parecer uma pessoa segura e corajosa, mas nem sempre fui desse jeito. Assim como você, já me senti preso às minhas inseguranças e já perdi diversas oportunidades porque temia me arriscar. Mas, justamente por ter aprendido a superar meus medos, me tornei um terapeuta capaz de entender melhor os temores dos pacientes. Por exemplo, compreendo por que eles têm dificuldade de mudar porque eu mesmo já tive problemas com a mudança. Hoje consigo me inspirar nas coisas que aprendi para orientar os outros a seguirem o mesmo caminho. Alguns dos meus pacientes disseram na primeira consulta que não tinham esperança, pois já haviam tentado mudar muitas outras vezes. Assim, duvidavam que eu fosse capaz de ajudá-los. No entanto, já no primeiro encontro eles se sentiram mais otimistas. A maioria precisou de poucas consultas – menos de um mês – até que encontrassem a coragem necessária para começar a fazer mudanças importantes. Foi gratificante vê-los superar seus medos e transformar suas vidas com tamanha rapidez. Os objetivos e os medos de cada um deles eram diferentes, mas o processo de mudança foi igual. Logo percebi que eles conseguiam transformar suas vidas seguindo os mesmos cinco passos. E foram esses passos que deram origem ao programa Vença seus Medos. Gostaria de contar como aprendi a usar meu medo para ajudar os outros. Minha esperança é que, ao ler a história a seguir, você veja que uma transformação semelhante é possível acontecer também em sua vida. A menina que nunca beijei Minha luta contra o medo começou na infância. Quando eu era criança, usava aparelhos ortopédicos nas pernas, como Forrest Gump. Falava errado, não conseguia pronunciar certas palavras e era muitos centímetros mais alto que meus colegas de turma. No ensino médio, eu era extremamente tímido e tinha tanto medo de chamar a atenção que evitava festas, bailes, jogos de futebol e reuniões sociais. Enquanto meus amigos estavam na festa de formatura, eu estava sozinho, dirigindo sem rumo o velho Oldsmobile dos meus pais. Eu tinha pânico de garotas. Na minha imaginação, elas pareciam monstros enormes e malvados. Elas jamais se interessariam por um menino magrelo, alto e estranho como eu. Elas deviam rir de mim. Eu tinha certeza disso. Mas, mesmo assim, eu gostava de uma menina. Ela se chamava Katie, era popular, vivia rodeada de amigos e se sentava ao meu lado na sala de aula, mas somente porque nossos sobrenomes começavam com a letra A. Tenho vergonha de admitir que, para chamar a atenção de Katie, tentei várias táticas ridículas. Cheguei a comprar um spray de feromônio, que, segundo a propaganda, me tornaria “irresistível para as mulheres”. Testei o produto imediatamente. Usei-o pouco antes da aula, mas Katie pareceu não perceber. Certo dia, dei um jeito de sairmos da escola ao mesmo tempo. Ela estava ali, bem do meu lado! Caminhávamos na mesma direção e não havia mais ninguém por perto. Éramos apenas nós dois. Consegui murmurar um “oi” meio vacilante e conversamos um pouco. Depois ela se virou para seguir em outra direção. Era agora ou nunca. Se eu fosse convidá-la para sair, aquela seria minha única oportunidade. – Até amanhã – disse ela. – Tá, até amanhã – respondi. Ela se afastou. Estraguei tudo. Só tive coragem de beijar alguém aos 18 anos e já estava com mais de 20 quando comecei a sair com as garotas com certa frequência. Finalmente consegui ultrapassar essa barreira e me sentir mais confiante para me aproximar das mulheres. Isso me tornou mais seguro. Então fui encarando diversos outros medos, como o de fracassar e de ser criticado. Curiosamente, cada vez que eu encarava uma situação que me amedrontava, saía dela mais forte. Com o tempo, percebi que o medo não era algo de que eu precisava me esconder. Não era um motivo para abandonar meus objetivos ou meus sonhos. Era apenas um obstáculo passageiro. Se vencesse o nervosismo inicial, eu era capaz de realizar qualquer objetivo que estabelecesse para mim mesmo. Essa percepção me ajudou a passar pela faculdade, a desenvolver meu próprio método terapêutico e a criar uma abordagem original e eficiente.